Os efeitos da idade cronológica na participação de atletas em categorias de base no futsal.

É inegável a contribuição do futsal como desporto nos componentes biomotores de um indivíduo. A modalidade exige uma diversidade de atributos físicos, motores e psicológicos por parte dos atletas para as inúmeras funções que irão desempenhar em uma partida. (MATTOS, 2010)

Nesse contexto, o futsal de base encontra-se não somente como meio de formação para as categorias principais da modalidade, como também contribui para a formação de jogadores de futebol e principalmente para a formação de indivíduos praticantes e entusiastas da modalidade, potenciais consumidores do esporte.

Uma das grandes preocupações ao longo do tempo para estudiosos de diversas modalidades, inclusive do futsal são os efeitos da idade cronológica na participação efetiva desses atletas. Apesar do nome complicado, o assunto é bem simples, embora a solução talvez seja complexa.  Exemplificando, José nasceu em 1 de janeiro de 2005, Manoel nasceu em 31 de dezembro de 2005. Ambos jogam no mesmo clube, pela mesma categoria, a sub-13. José é praticamente um ano mais velho que Manoel, será que isso faz alguma diferença?

Os estudos realizados em categorias de base de diversas modalidades parecem apontar que sim. A tendência é que o nascido no primeiro trimestre do ano tenha mais velocidade, força, estatura, massa corporal e oportunidades que o nascido no último trimestre e isso pode fazer com que Manoel seja deixado de lado pelos seus treinadores, que seus pais o deixem de incentivar e que Manoel desista, mesmo sendo um potencial talento que precisa apenas de mais paciência e que receba os mesmos estímulos que seus companheiros.

Em um estudo realizado aqui no RJ, foram identificados 524 jogadores que participaram de um campeonato estadual e foram divididos em 4 grupos de acordo com sua data de nascimento (1°, 2°, 3° e 4° trimestre), foi verificado que aproximadamente 70% dos atletas que disputam as categorias sub-9, sub-11 e sub-13 são nascidos no primeiro semestre do ano competitivo. Um dado ainda mais alarmante é que na categoria sub-9 em equipes semi-finalistas, 89,1% das crianças eram nascidas no primeiro semestre. (MATTOS, 2010)

Esses resultados mostram que a seleção de jogadores nas categorias menores pode estar privilegiando, mesmo que de forma involuntária a criança de maior idade cronológica, que consequentemente teriam maior maturidade física, cognitiva e psicológica para a prática do desporto.

A competitividade precoce e a cobrança por resultados esportivos pelas direções dos clubes, pais de atletas ou uma própria cobrança particular do profissional que está à frente da equipe, nos parece ser um incentivo a seleção de atletas mais fortes e maiores.

O Efeito da idade cronológica não é encontrado de forma significativa nas categorias maiores e profissionais, já que os processos maturacionais se igualam. Isso nos leva ao seguinte questionamento: Se no profissional iguala, por que devemos nos preocupar com isso na base?

A resposta a esse questionamento são os inúmeros praticantes que desistem da modalidade por falta de oportunidades. Pensando nisso, a hipótese para reflexão é: Se essas crianças atuassem com maior frequência, poderiam chegar às categorias maiores, tornarem-se profissionais, ou pelo menos irem mais longe dentro da modalidade?

Mais estudos e ações são necessários para respondermos esse questionamento.

 

Temos algumas recomendações para atenuar os efeitos da idade cronológica na seleção de atletas de futsal.

  • Treinadores apostarem no desempenho técnico e cognitivo dos atletas e não na sua força. Existem alguns indícios que a idade relativa teria influência no componente tático, sendo que os atletas que participaram do estudo já eram selecionados de equipes de competição, tendo por isso que serem muito suscetíveis aos conteúdos táticos para conseguirem jogar estando em um grupo de jogadores fisicamente maiores nascidos nos primeiros trimestres. (SILVA,2016)

 

  • Organizações de competições regularem pelo rodízio dos jogadores para que todos participem das partidas, como hoje é feito no campeonato carioca de futsal. Outro exemplo, a federação polonesa de futebol instituiu que todas as equipes tivessem um percentual obrigatório de jogadores nascidos no segundo semestre nas competições de iniciação.

 

  • Um novo método de seleção de jovens talentos, através de indicadores físicos, psicológicos, sociológicos, idade biológica, habilidades perceptivas e cognitivas e análise da personalidade do jogador. (WILLIAMS E REILLY,2000)

 

Autor:

Professor Danilo Mattos

Treinador da ARFAB sub-17

Professor da pós-graduação em futebol e futsal da AVM Faculdade Integrada

Colaborador Internacional da revista online Fútbol Tactico

 

 

Referências:

Mattos, D.S., Efeito da idade cronológica na distribuição de jovens jogadores de futsal por categorias e sucesso competitivo. 2010.

Folgado, H.A., Caixinha, P.F., Sampaio, J. Efeito da idade cronológica na distribuição dos futebolistas por escalões de formação e pelas diferentes posições especificas. Revista Portuguesa de Ciência do Desporto, out. 2006, vol.6, no.3, p.349-355. ISSN 1645-0523

Silva, T.; Garganta, J.; Brito, J.; Cardoso, F.; Teoldo, I. (in press). Influência da eficiência do comportamento e da data de nascimento sobre o desempenho tático de jogadores de futebol da categoria sub-13. Revista Brasileira de Ciência do Esporte. 2016.

Williams AM, Reilly T (2000). Talent identification and development in soccer. Journal of Sports Sciences. 18: 657-667.

  2 comentários sobre “Os efeitos da idade cronológica na participação de atletas em categorias de base no futsal.

  1. Alexandre Nabte
    7 de setembro de 2018 às 11:01

    Parabéns pelo artigo.O futsal precisa ser estudado e pensado como os outros esportes, desta forma fortalece-se a modalidade e permite a sua independência, evitando que o mesmo seja apenas um suporte para o futebol de campo.
    Sucesso!!!

    Curtir

  2. Marta Cordeiro
    13 de setembro de 2018 às 06:19

    Assim como nas regras da educação ( escolar ) o aluno só pode está no primeiro ano do ensino fundamental 1 devidamente matriculado se fizer aniversário até março do primeiro semestre por motivos de maturidade para acompanhar o 1 ano , as regras deveriam ser as mesmas no futsal para os atletas que fazem aniversário no segundo semestre o mesmo deveria atuar na categoria menor que seu aprendizado seja justo .

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: